Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Sepang Goldcoast Resort

Mäyjo, 05.04.17

18778c41-41c6-4756-89f5-a61c8da2351a.jpg

Selangor Darul Ehsan, Malásia

2.598436380 °, ° 101.683152693

 

Esta imagem é muito tropical com a visão geral do Sepang Goldcoast Resort em Selangor Darul Ehsan, na Malásia.

O hotel dispõe de bungalows sobre a água que se estendem para fora numa formação em forma de palmeira nas águas calmas do Estreito de Malaca.

MALÁSIA: 300 TONELADAS DE PETRÓLEO DERRAMADAS APÓS COLISÃO DE NAVIOS

Mäyjo, 06.01.17

reuters

Passava pouco da meia noite de terça feira quando o navio de Singapura Wan Hai 301, e o de Gibraltar, APL Denver, colidiram junto ao porto de Johor, na Malásia. Como consequência cerca de 300 toneladas de petróleo foram derramadas, tendo mesmo já alastrado a águas singapurenses.

 

Segundo informações avançadas pela Autoridade Portuária de Singapura, citadas pela agência de notícias Efe, o derrame teve origem no navio APL Denver. No local estiveram oito embarcações a participar nos trabalhos de limpeza dos resíduos de hidrocarboneto.

Sob investigação estão ainda as causas do incidente, mas até agora não há registo de incidentes nem de perturbações no tráfego marítimo naquela que é uma das passagens navais mais movimentadas do mundo.

Foto: Reuters

 

Visto de cima - Explorações agrícolas

Mäyjo, 22.06.15

Palm tree plantation

Kuala Lumpur, Malaysia.jpg

Plantação de palmeiras

Kuala Lumpur, Malaysia

3.189536302°, 101.497815030°

 

Plantações de palmeiras cercam a cidade de Kuala Lumpur, na Malásia.

As palmeiras produtoras de óleo foram introduzidas no país na década de 1970, a fim de diversificar a agricultura local, que era fortemente dependente da seringueira no momento. As árvores são cultivadas em terraços, cortados nos contornos da serra, para evitar a erosão causada pela água de escorrência.

A Malásia é hoje um dos maiores fornecedores do mundo de óleo de palma, exportando cerca de 18 milhões de toneladas por ano.